IEL-PE promove Diálogos para o Futuro sobre trainee e estágio

Reunião convocou empresários para debater sobre programas trainees e desenvolvimento de novos talentos

A formação de jovens profissionais é uma preocupação constante do Instituto Euvaldo Lodi em Pernambuco (IEL/PE). Visando oferecer mão-de-obra capacitada para o mercado de trabalho, instituição conscientiza empresários com o intuito de despertar neles a necessidade de também colaborar com a formação de seus funcionários. É com esse propósito que acontece o evento Diálogos Para o Futuro, que, no dia 16/10, convocou empresários para conversar e debater sobre inovação em trainee, estágio e gestão de pessoas.

 

A temática se voltou ao treinamento e desenvolvimento de estagiários e trainees a fim de prepará-los para uma carreira profissional mais promissora, o que tem gerado bons frutos. Para tratar sobre o tema e atestar o êxito, o IEL reuniu, no auditório do empresarial Pedro Stamford, gestores das empresas Cimento Nassau e Estaleiro Atlântico Sul, que, sob moderação da psicóloga, mestra e consultora em gestão de RH Margarida Furtado, compartilharam experiências e revelaram dificuldades e pontos positivos observados nos programas de trainee que implementam.

 

O Estaleiro Atlântico Sul é uma empresa ainda recente nessa área. Contudo, com apenas um ano do programa, indústria já mantém 40 trainees em aprendizado constante. De acordo com Rejane Arantes, gerente de treinamento e desenvolvimento do Estaleiro, os alunos passam por um período de 3 meses de adaptação, onde recebem uma rodada de treinamento até chegarem ao aprendizado de fato. “No estaleiro eles aprendem fazendo, eles realmente botam a mão na massa”, afirmou Rejane Arantes,

 

Já a Cimento Nassau tem uma longa história de sucesso com programa de trainee. Há 13 anos a empresa utiliza o processo seletivo como uma forma de gerar novos talentos para o mercado e também futuros profissionais da casa. O programa conta com uma bateria de testes, como provas específicas, gerais, práticas e comportamentais, que são requisitos para saber se os jovens estão preparados para trabalhar na empresa. “Quando o estagiário começa a se tornar essencial na empresa, ele deixa de ser estagiário e se torna um funcionário de fato”, declarou Márcia Osias de Azevedo, coordenadora do programa de trainee da Nassau.

 

INOVA TALENTOS – Na ocasião do Diálogos para o Futuro, o IEL-PE contou com a presença do coordenador de promoção da Inovação do IEL Nacional, Rodrigo Teixeira, que apresentou o Inova Talentos, um projeto que convoca empresas pernambucanas a participarem do programa trainee que vai ajudar a formar profissionais na área de Inovação. Oportunidade conta com o apoio do CNPQ, Governo Federal, IEL e Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação.

 

O foco da ação é trabalhar na mobilidade de diversas áreas do conhecimento com o incentivo à Inovação. Assim, a cultura da pesquisa científica, atualmente muito localizada na academia, pode ser trazida para o universo industrial com a formação e atuação de novos talentos nesse segmento. Outro resultado positivo, de acordo com Rodrigo Teixeira, é o lançamento de projetos de inovação em áreas variadas. “Esse programa acabará se tornando uma competição nacional, onde o que interessa é a qualidade do projeto”, comentou.

Data de Publicação: 20/01/2014

Av. Lins Petit, nº 100 - 18º e 19º andar - Boa Vista | CEP 50070-230 | Recife - PE | FONE: 81 3334.7000 | Fax: 81 3334-7042/7043