Comitê Inova PE retoma atividades com agenda dedicada à Inovação

Primeira reunião de 2015 definiu ações estratégicas inovadoras no Sistema Indústria de Pernambuco

Grandes empresários do Estado, representantes do Governo e de universidades participaram da retomada de atividades do Comitê Inova Pernambuco, na manhã da última sexta (06/03). A reunião, promovida pelo IEL/PE, foi realizada na Casa da Indústria e discutiu pontos importantes sobre a política industrial em 2015, firmando uma agenda de compromisso com a cultura da inovação e com a integração entre diversos atores para promover o desenvolvimento de projetos inovadores no Estado.

 

A 17ª reunião do grupo iniciou com a apresentação do planejamento estratégico para 2015 do Sistema FIEPE. O documento defendeu integração entre as entidades que compõe o Sistema Indústria, academia e Governo do Estado, a fim de executar ações de capacitação executiva e de incentivo à inovação em prol de um trabalho conjunto entre governo e sociedade. “Em ambos os lados há competências, mas elas não se articulam. E fazendo isso é possível fazer com que haja inovação. É a responsabilidade do fazer para se ter resultados”, explicou o coordenador de política industrial da FIEPE, Antônio Carlos Maranhão.

 

A Secretaria de Ciência e Tecnologia (SECTEC) também apresentou planejamento, no qual ressaltou o discurso em defesa da integração pela inovação e alegou esforços governamentais para propiciar o desenvolvimento empresarial. “Da mesma forma que temos pacto na educação e na saúde, onde vários atores diferentes se mobilizam por uma causa, queremos criar um pacto pela inovação, onde Pernambuco terá um ambiente propício ao desenvolvimento da indústria”, garantiu a secretaria Lúcia Melo.

 

Com otimismo, o coordenador do Inova PE, Oscar Rache, e o vice-presidente em exercício da FIEPE, Ricardo Essinger, destacaram que as atividades citadas muito têm a fazer pelo alcance da integração plena entre academia, empresa e governo, meta almejada pelo Sistema Indústria e estipulada para alcance daqui 20 anos, em 2035. “Isso tudo mostra que estamos no início de uma nova fase, onde a política industrial não depende só do meio produtivo, mas também do meio acadêmico e do governo para dar continuidade ao desenvolvimento contínuo e pulsante da indústria”, pontuou Essinger.

 

O encontro ainda contou com apresentações das Universidades de Pernambuco (UPE) e Federal de Pernambuco (UFPE), destacando o papel das instituições de ensino na disseminação da inovação. A exemplo, a UFPE apresentou estudo para criar a Unidade de Articulação e Promoção de Parcerias Estratégicas (UAPPE), voltada unicamente para articular a teoria acadêmica com a prática empresarial. Também na ocasião, foi lançada a cartilha “Linhas de Fomento para Inovação”, criada pelo Núcleo de Apoio à Gestão da Inovação (NAGI), vinculado ao IEL/PE, e o Comitê Inova Pernambuco, dando dicas sobre acesso a recursos para inovar.

Data de Publicação: 10/03/2015

Av. Lins Petit, nº 100 - 18º e 19º andar - Boa Vista | CEP 50070-230 | Recife - PE | FONE: 81 3334.7000 | Fax: 81 3334-7042/7043